Fórum Convidados Química da Água Sistema Bailing

Sistema Bailing

Mensagem 14/mar/2014, 16:27

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
Boas pessoal, venho neste post comentar sobre uma das substâncias que é mais importante para nossos aquários, o cloreto de sódio.

Sabemos que este composto químico é imprescindível para os animais e é preciso entender por que ele é importante.

A área que estuda as composições químicas da água do mar é chamada de oceanografia, especificamente a oceanografia química.

A água do mar tem sua composição praticamente constante. Há um pouco mais de 70 elementos dissolvidos na água do mar, mas apenas seis desses constituem mais de 90% dos sais dissolvidos; todos ocorrem como iões.

(Ião, átomo de um elemento metálico ou não metálico que podem doar ou receber eléctrons.

Os principais iões presentes na água do mar e que constituem a "sopa" marinha de iões são:

(%m significa porcentagem em massa)

Cloreto (Cl-): 55,04 %m
Sódio (Na+): 30,61 %m
Sulfato (SO42-): 7,68 %m
Magnésio (Mg2+): 3,69 %m
Cálcio (Ca2+): 1,16 %m
Potássio (K+): 1,10 %m

Como é conhecido, todos estes iões estão em equilíbrio químico na água, pode-se então dizer que qualquer alteração em um dos iões presentes nesta composição pode alterar consideravelmente esse equilíbrio.

Minha preocupação neste tópico é o comentário de todos acerca do "Método Bailing".

Na minha opinião acredito que este método deve ser bem pensado antes de se praticar pois requer muitos cuidados e também trabalho a demasia.

Este método visa a adiccionar iões na água do aquário para elevar as concentrações desses e consequentemente equilibrar a dureza carbonatada, iões como cálcio Ca+2, magnésio Mg+2, potássio K+ e o bicarbonato HCO3- dentre outros iões não menos importantes.

Fico me perguntando se com a adicção destes iões no aquário, quanto será desequilibrada a água do aquário e quais serão os efeitos maléficos para os peixes, corais e os demais animais dentro do aquário.
Será nenhum?
E a longo prazo?

Deve-se sempre (semanalmente), fazermos mudas de água grandes para que este acumulo de iões não seja prejudicial para os animais.

Penso que seria muito trabalho e mais ainda, penso que é uma grande agressão aos animais que estão acostumados ao equilíbrio da água na natureza.

Gostava de ler a opinião da malta a respeito.

Vamos debater este assunto!
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Mensagem 14/mar/2014, 18:56

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Boa tarde Rinaldo,

Sobre o Balling comecei a faze-lo no ínicio deste ano.

Neste momento só faço balling com doseadoras para o Ca e para o KH. Uso as concentrações da fauna Marin e os suplementos também da mesma marca. O Mg coloco de vez enquando na água de osmose e compensação da evaporação e em pequenas quantidades. o K+ adiciono manualmente.

Para já tenho bons equilíbrios ou seja poucas oscilações semanais de Kh, Ca, Mg e K+.

Os meus parametros são:

Ca - 410/420
KH - 7.7/8.0
Mg - 1320/1380
K+ - 380/400

Abraço
Miguel

Mensagem 14/mar/2014, 19:57

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
Boas Miguel, com qual frequência fazes mudas de água?

É importante ter esta informação! :)
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Mensagem 14/mar/2014, 20:46

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Rinaldo Fontenele Escreveu:
Boas Miguel, com qual frequência fazes mudas de água?

É importante ter esta informação! :)


10% todas as semanas

Mensagem 15/mar/2014, 17:29

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
E o teu reef tem quantos litros?

Acho que deverias fazer de 15 a 20 % de mudas de água.

Assim, terias maior garantia de não acumulares mais iões na água.....terias maior controlo.
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Mensagem 15/mar/2014, 18:36

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Rinaldo Fontenele Escreveu:
E o teu reef tem quantos litros?

Acho que deverias fazer de 15 a 20 % de mudas de água.

Assim, terias maior garantia de não acumulares mais iões na água.....terias maior controlo.


O meu sistema tem 450 a 500 litros e faço 50 litros de TPA/semana
Ás vezes faço 60litros. Se fizer 15% a 20% seriam 75 a 100 litros.

Quando o mar estiver mais calmo e a agua boa vou começara fazer 75 litros de TPA .

Abraço
Miguel

Mensagem 16/mar/2014, 01:21

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
Muito bom Miguel, água natural é bem melhor, na minha opinião.
Qual sitio moras?
Próximo ao Porto?
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Mensagem 16/mar/2014, 02:48

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Rinaldo Fontenele Escreveu:
Muito bom Miguel, água natural é bem melhor, na minha opinião.
Qual sitio moras?
Próximo ao Porto?


Moro no Porto.

Abraço
Miguel

Mensagem 16/mar/2014, 03:01

Grupo: Utilizadores Mensagens: 135
Idade: 34
Localização: Vila do conde
Boas miguel. Onde costumas ir buscar agua?

Enviado do meu SM-N9005 através de Tapatalk

Mensagem 16/mar/2014, 03:01

Grupo: Utilizadores Mensagens: 135
Idade: 34
Localização: Vila do conde
Desculpem o offtopic

Enviado do meu SM-N9005 através de Tapatalk

Mensagem 16/mar/2014, 13:13

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Frederico Sousa Escreveu:
Boas miguel. Onde costumas ir buscar agua?

Enviado do meu SM-N9005 através de Tapatalk


Vou buscar à praia da granja

Cumps
Miguel

Mensagem 16/mar/2014, 15:58

Grupo: Utilizadores Mensagens: 10
Idade: 43
Localização: Pontinha / Odivelas
Bom topico Rinaldo, vou acompanhar este topico.
Eu nao percebo nada de quimica mas esse ioes havendo consumo dos corais nao vao baixar/ desaparecer porque penso que seja esse o principal motivo do pessoal fazer o balling para eles nao baixarem a pontos muito perigosos para o ecossistema.

Mensagem 16/mar/2014, 18:13

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1052
Idade:
Localização: LISBOA
Olá boa tarde,

Penso que os desequilíbrios a que o Rinaldo se refere, não são os devidos ao magnésio, cálcio, etc., mas sim aos provocados pelos sais associados a estes elementos e que são introduzidos através do balling.

Quando administramos através do balling, por exemplo cálcio, estamos a fazê-lo normalmente usando cloreto de cálcio e portanto a adicionar à água cloretos e com isso a desregular os cloretos na água do aquário; o mesmo se passa com a adição de cloreto de magnésio e com o bicarbonato de sódio (neste caso a desequilibrar o sódio).

Com o magnésio pode, segundo li, para se atenuar o efeito do aumento dos cloretos, em vez de se usar exclusivamente cloreto de magnésio, usar também na proporção correta sulfato de magnésio, mas a forma mais prática de diminuir todos estes desequilíbrios, será diluir estes problemas com TPAs frequentes e generosas.

Este é o meu entendimento dos inconvenientes do balling, mas o Rinaldo dirá de sua justiça.

Abraço
Enviado pelo meu computador através dos meus dedinhos

Mensagem 16/mar/2014, 19:34

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
Boas Cézar, é exactamente o que eu gostava de colocar, os desequilíbrios que os iões complementares fazem na água.
Por sua vez o ião cloreto é o que está em maior concentração na água do mar e quando adiccionamos cálcio, magnésio e outros compostos do bailing ocorre o aumento da concentração de cloro e sódio.
Por isso que eu falo que para este método precisamos ter mais um pouco de trabalho e atenção pois quando alteramos o equilíbrio muitas coisas podem acontecer como por exemplo a alteração do pH da água.
Mudas de água devem ser constantes e com maior porcentagem de troca.

Acho que este tópico esta a ficar mais interessante.

Gostava da opinião da malta para termos maiores compreensões de tudo.
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Mensagem 16/mar/2014, 23:23

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Boa Noite,

Quer dizer que quem usa Reactor de Cácio não corre o risco de adicionar à água cloro e sódio, porque usa hidróxido de cálcio, certo?

Mensagem 17/mar/2014, 03:06

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
Boas Miguel, na realidade o reactor de cálcio usa mídia de carbonato de cálcio.
O reactor de Nielsen é que usa o hidróxido de cálcio.

Nos dois casos não é usado nenhum composto que tenha cloro. :-bd
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Mensagem 17/mar/2014, 11:13

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Rinaldo Fontenele Escreveu:
Boas Miguel, na realidade o reactor de cálcio usa mídia de carbonato de cálcio.
O reactor de Nielsen é que usa o hidróxido de cálcio.

Nos dois casos não é usado nenhum composto que tenha cloro. :-bd


Boas Rinaldo,

Suponho que o Carvão Activado elimina o Cloro da água, sendo assim é aconselhável a quem faça Balling ter carvão activado na sump, como é o meu caso, certo?
Já agora que níveis de cloro e de sódio são aceitáveis num aquário? Que testes são os indicados para controlar esses níveis?

Abraço
Miguel

Mensagem 17/mar/2014, 15:46

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
Miguel Pinho Escreveu:

Boas Rinaldo,

Suponho que o Carvão Activado elimina o Cloro da água, sendo assim é aconselhável a quem faça Balling ter carvão activado na sump, como é o meu caso, certo?
Já agora que níveis de cloro e de sódio são aceitáveis num aquário? Que testes são os indicados para controlar esses níveis?

Abraço
Miguel


Boas Miguel, o carvão activo somente retira o cloro no estado físico gasoso. Os iões de Cl-1 estão no estado físico aquoso e o carvão activo não o retira.
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Mensagem 17/mar/2014, 17:37

Grupo: Utilizadores Mensagens: 1296
Idade:
Localização: Porto
Rinaldo Fontenele Escreveu:
Miguel Pinho Escreveu:

Boas Rinaldo,

Suponho que o Carvão Activado elimina o Cloro da água, sendo assim é aconselhável a quem faça Balling ter carvão activado na sump, como é o meu caso, certo?
Já agora que níveis de cloro e de sódio são aceitáveis num aquário? Que testes são os indicados para controlar esses níveis?

Abraço
Miguel


Boas Miguel, o carvão activo somente retira o cloro no estado físico gasoso. Os iões de Cl-1 estão no estado físico aquoso e o carvão activo não o retira.



Então como resolver o problema? Só dá se fizermos TPAs ou há outra maneira? Como posso medir a quantidade de cloro em estado aquoso ( iões de Cl-1 )?

Mensagem 17/mar/2014, 19:08

Grupo: Moderadores Mensagens: 102
Idade: 50
Localização: Guarulhos - São Paulo - Brasil
Existe a Hanna tem dois testes de cloro, um mede o cloro dissolvido na água (ião) e o cloro total que mede o cloro aquoso e o gasoso.

Para quem utiliza o método Bailing, sugiro o cloro ião pois o cloro no estado gasoso é eliminado facilmente.
Abraços.

Rinaldo Fontenele

Química da água.

Próximo

Voltar para Química da Água