Fórum Aquariofilia Marinha Propagação de Corais & Aquacultura A Maternidade do Coral

A Maternidade do Coral

Um fórum para discutir técnicas de propagação de corais e de criação de peixes.
Mensagem 29/mai/2012, 15:47

Grupo: Fundadores Mensagens: 755
Idade: 38
Localização: Matosinhos - Porto

Maternidade do Coral H2O Selected Reef Tank, Abril/Maio de 2011.

É com um enorme prazer que vos apresento um dos melhores projectos de propagação de corais realizados em Portugal - A Maternidade do Coral - do Eng.º Machado de Sousa.

O texto que se segue é da autoria do Machado de Sousa e as fotos foram gentilmente cedidas pelo André Silvestre. O meu muito obrigado aos dois.

Um abraço,
Ricardo Pinto



Maternidade do Coral


Imagem

Introdução

Foi com muita satisfação que recebi a notícia da escolha do meu Fringing Reef Tank (ex “tanque Maternidade” da Maternidade do Coral) para aquário do mês do H2O+ Something. Merecidamente ou não, quero agradecer a escolha de um dos aquários da minha farm para ser destacado neste BLOG.

My story in aquariums

Foi há cerca de 20 anos que montei o meu primeiro aquário. Era um aquário de 100 litros, com guppies e mantive-o durante cerca de 1 ano. Cansei-me dos guppies e virei-me para bettas, plecostmus, Colisas, etc., mantendo-me por aí por mais um ano.

Certo dia vi um aquário com anémonas e palhaços numa loja na Serra das Minas, e a partir dessa data mudei a minha paixão para os salgados.
Não era fácil a montagem de um aquário de água salgada há cerca de 18 anos. Naquela altura rareava a bibliografia estrangeira e era nula a nacional sobre o assunto. A internet era ainda coisa do futuro e eu não encontrava companhons de route para a caminhada que me esperava.

Subscrevi algumas revistas estrangeiras, tais como a Tropical Fish Hobbyist (americana), Aquarium Magazine (francesa), entre outras, com vista a adquirir alguns conhecimentos.

Acabei por montar um aquário de água salgada de 450 litros, e povoei-o com anémonas e palhaços, como não podia deixar de ser. Na filtragem optei pelo método Berlim, que era o que estava em voga na altura na manutenção de aquários de recife.

Fui acrescentando corais moles e peixes e não tardei a aperceber-me de que nem todos os peixes de que eu gostava eram reef safe.

À custa de muita conversa lá consegui a anuência da patroa para deixar passar, porta adentro, mais um aquáriozito igual ao existente, ou seja, de 450 litros, destinado a receber os peixes que não compatíveis com os corais. Assim, passei a ter no canto da sala, dois aquários de 450 litros cada, dispostos em L, sendo um de corais e um outro Fish Only, servidos por uma sump comum de 100 litros, o que perfazia um total de 1,000 litros brutos.

Para melhorar a filtragem do sistema fiz duas caixas de vidro, pouco profundas e baixas, com os comprimentos dos aquários, e coloquei-as nas partes superiores das traseiras dos aquários, enchi-as de areia e aí plantei algumas sementes de mangue (cânulas), fazendo circular por aí a água dos aquários. Ao fim de algum tempo já tinha duas floreiras de mangal nas traseiras dos aquários. Para que os mangues não atingissem o tecto da sala - e não esbarrassem com os HQI de 150 W que os iluminavam - tive que aprender a técnica dos bonsais para impedi que crescessem demasiado.

Sempre que podia viajava até à Alemanha, França, Itália e Espanha para visitar Feiras e Exposições e conhecer aquários particulares. O meu objectivo era tomar contacto com o que se ia fazendo lá fora, buscar contributos e influências para o desenvolvimento do hobby e adquirir alguns corais e equipamentos, já que por cá não se arranjava nada.

Decorreu pouco mais de um ano e o aquário de corais já se tornara demasiado pequeno para os animais que mantinha. Sabia que um aquário de SPS tinha diferentes exigências de um aquário Fish Only e que manter um aquário com SPS (com um nível baixo de nutrientes) e um Fish Only (com peixes lambões e bem alimentados), comungando de uma sump comum, era missão impossível com os escumadores existentes nà altura.

Imagem

Para resolver tal imbróglio decidi transformar o aquário Fish Only num aquário de LPS, mantendo o outro aquário albergando apenas SPS. Assim mantive os meus aquários de LPS e de LPS canto da sala de estar por mais de 14 anos.
Sempre tive por hábito adquirir corais pequenos e ainda assim os repartia para os ver crescer a partir de fragmentos cada vez mais pequenos.
Arranjava sempre mais um espaço no substrato ou na decoração para fixar as pernadinhas de corais que eu ia obtendo a partir de cortes nos corais existentes ou provenientes de trocas com amigos.

Por divertimento comecei a fazer as primeiras reproduções de corais em tubos das floristas, a partir de fragmentos com um número muito pequeno de pólipos por fragmento de coral.

Certo dia, num convívio de amigos, como que por brincadeira, eu e o Zé Perpétua decidimos alugar uma garagem e montar uma farm. O local escolhido foi uma garagem em Massamá Norte, localizada a cerca de 25 Km da minha residência. Estivemos juntos durante alguns meses mas, por incompatibilidade nos objectivos de cada um e por razões económicas, chegámos a um acordo e acabei por ficar sozinho no projecto.

Desmantelei os aquários de casa e transferir todos os seres vivos aí existentes para o novo espaço. Os corais foram colocados num dos primeiros tanques a serem executados na farm o qual foi pomposamente baptizado de Maternidade. Os aquários executados posteriormente foram apelidados de Berçário (que recebia os fragmentos de corais vindos da Maternidade, fixados a tubos das floristas, na primeira fase de reprodução) e de Creches (que recebiam os bebés mais crescidos vindos do Berçário) e que aí eram aqui colocados para continuarem a crescer.

Entretanto já decorreram mais de 4 anos e tem sido bastante gratificante para mim todo o tempo dedicado à montagem da farm e à reprodução de corais.

Quando meti em ombros este projecto defini um objectivo bem claro: produzir o maior número possível de gerações de corais. Neste momento posso afirmar que atingi plenamente o objectivo a que me tinha proposto. Os mais de 6,000 litros de aquários de que a Maternidade do Coral dispõe em tanques, com alturas máximas de 45 cm de altura de água, encontram-se actualmente repletos de corais!

Imagem

Aquarium set up date:

O sistema de propagação de corais começou a ser montado há maisde quatro anos.

Aquarium data:

O sistema é constituído por 6,000 litros de aquários e 2,000 litros de sump, totalizando o sistema 8,000 litros brutos, assim distribuídos:

Aquário de 650 litros (Maternidade) – este aquário foi o primeiro tanque a ser montado no sistema e constituiu inicialmente o banco de corais da farm, recebendo todos os corais vindos da minha casa (quando deixei de ter corais em casa). Estas colónias-mãe deram origem à maior parte das descendências de corais existentes nas farm. Há cerca de 6 meses, este tanque deixou de ser o banco de corais da farm e passou a ser o meu reef, apelidado de Fringing Reef Tank.

Imagem

Aquário de 450 litros do Berçário ( Nursery tank) – neste tanque eram colocados os corais na primeira fase de reprodução (pólipos, ou fragmentos de corais com vários pólipos, conforme se tratasse de corais com esclerites mais pronunciadas ou não). Actualmente recebe frags de corais provenientes de todos os aquários constituintes do sistema.

Creches em distribuição vertical (Daycare tanks)

Estes tanques encontram-se assentes numa estrutura metálica com três níveis, com dois aquários por nível. Destinavam-se a receber os “bebés” mais crescidos vindos do Berçário. Actualmente, recebem bebés de corais provenientes de todos os aquários do sistema. Volumes destes aquários:

  • Dois aquários de 780 litros cada no nível superior = 1.760 litros
  • Dois aquários de 780 litros cada no nível intermédio = 1.760 litros
  • Dois aquários de 780 litros cada no nível inferior = 1.760 litros

Imagem

Aquário de 100 litros para corais recentemente fixados a bases – Este aquário é anexo à sump e apresenta um fluxo de água laminar. Destina-se a receber os fragmentos de corais acabados de serem fixados às bases.

Aquários de 200 litros (quarentena) – Neste aquário são colocados os corais em tratamento ou em observação.

Todas as estruturas para suporte dos aquários foram executadas em tubos de ferro e levaram um tratamento anti-corrosão semelhante ao usado nos cascos dos navios. Foram metalizadas por imersão e aplicados primários à base de epoxy e levaram acabamentos finais com com tintas de poliuretano.

Sump de 2,,000 litros – Alberga todo o sistema de filtragem como a Rocha Viva, DSB, mangal, escumadores, desgaseificadores do reactor de cálcio, reactores de bio-peletes e de zeólitos, aquecedores, etc.

Imagem

System parameters:
Ph = 7,9 quando acendem as luzes e 8,4 quando apagam
Temp = 25⁰C quando acendem as luzes e 28⁰C quando apagam
Salinity = 1.026
Kh = 7
Ca = 450 mg/l
Mg = 1250 mg/l
PO4 = 0,02 mg/l (fotómetro Phosfate low Range Meter, Martini MI 412)
NO3 = 0,13 mg/l (laboratório)
Other (optional): K= 400 mg/l


Lightning

Maternidade (actual Fringing Reef Tank)

Duas calhais Infinity Vision (Sfiligoi). Cada calha é constituída por plasma 1 x 250W + 4 x T5 24W DeepBlue 20K (Sfiligoi). Temperatura de côr do sistema em “full power” compensada com 3 x Reef Blue AquaRay LED Lighting 50K (TMC ).

Imagem

Restantes tanques

Iluminação com calhas T5 constituída por Lumina 10 x 80W (Blau) e Stealth 12 x 80W (Sfiligoi) e calhas duplas T5 Tiger (Fernando Ribeiro).
Lâmpadas T5 da marca Korallen-Zucht ou Sfiligoi, combinadas com a seguinte sequência, de frente para trás:
Lâmpadas Korallen Zucht:: Coral Light New Generation 14 K - Coral Light Fiji purple - Coral Light super Blue - Coral Light New Generation 14 K - Coral Light Fiji purple - Coral Light super Blue …
Lâmpadas Sfiligoi: Ultra White 15K - Deep Blue 20K - CoralRed - Ultra White 15K - Deep Blue 20K - CoralRed…

Imagem

Imagem

Imagem

Fotoperíodo
O foto período é de 10 horas. Para tirar partido da tarifa Bi-horária as lâmpadas acendem durante o período nocturno,
10% das lâmpadas: 22h às 08h
90% restantes: 23h às 07h


Filtration & circulation

Filtragem
A filtragem de todo o sistema á comum e é efectuada com 150 Kg de Rocha Viva, 60 Kg de Areia Viva, Mangal com mais de 18 anos de idade, 2 escumadores interiores Deltec AP903 (para 2500 litros/cada), 2 escumadores interiores H&S 400-3xF5000 (para 7500 litros/cada), 1 reactor de Bio-pelets com 1000ml de mídea, dois tubos com 5 litros de zeolitos/cada alimentados por uma bomba Eheim 1260.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Retorno

Maternidade (actual Fringing Reef tank):bomba Deltec HLP 5250 de 5,800 l/h
Berçário (Nursery): bomba Deltec HLP 5250 de 5,800 l/h
Creches (daycare tanks)

  • Dois aquários do nível superior: bomba Red Dragon Titanium de 16,000 l/h
  • Dois aquários do nível intermédio: bomba Deltec HLP 8070 de 6,000 l/h
  • Dois aquários do nível inferior: bomba Red Dragon de 12,000 l/h

Aquário de 100 litros (frags): Alimentado por gravidade
Aquário de 200 l (Quarentena): Alimentado por gravidade


Circulação interna
Maternidade (Fringing Reef tank): Wavebox + Turbelle stream 6205 + polário 22ML
Berçário (Nursery): 4 Nanostream 6055 + 1 Polário 22ML + 1 Aqua Bee 5000

Creches (daycare tanks)

  • Dois aquários do nível superior:4 Wavebox + 8 Turbelle stream 6205 + 2 Polario 22ML
  • Dois aquários do nível intermédio:4 Wavebox + 8 Turbelle stream 6205 + 2 Polario 22ML
  • Dois aquários do nível inferior: 2 Polario 22ML

Aquário de 100 litros (frags): 1 Eheim 1260 (close loop) + 1 Nanostream 6055

Aquário de 200 l (quarentena): 1 Nanostream 6055


Imagem

Imagem

Imagem


Other equipment

Durante muito tempo usei o “Full Balling” e há cerca de um ano passei a fornecer Cálcio, Alcalinidade e Magnésio ao sistema através de Reactor de Cálcio.
Passei a usar um Reactor de Cálcio Deltec PF 1370 (para aquários até 25,000 litros) carregado com 95 Kg de mídea da Deltec. O pH neste é reactor é controlado através de um medidor com controlador de PH da Aquamedic.
Para proceder à desgaseificação do efluente do Reactor de Cálcio Deltec PF 1370 liguei em série um outro reactor de cálcio, o Deltec PF 1001 (para aquários até 5,000 litros), também carregado com 35 Kg de mídea da Deltec. Para elevar o pH à saída deste reactor dedicado à desgasificação, faço ascender o seu efluente por um tubo de PVC de 90 mm de diâmetro e 1m de comprimento, carregado com cerca de 8 Kg de ARM (mídia à base de alga Halimeda fossilizada)
Não utilizo Reactor de Kalkwasser.
O Profilux, controla o aquecimento e arrefecimento dos tanques bem como o sistema de alarmes por GSM que me envia SMS’s em caso de avaria do sistema ou falhas de energia.
O arrefecimento da água do sistema é garantido através de um ECO COOLER de 4 ventoínhas da Deltec, coadjuvado por um sistema de ar condicionado ambiente.

Imagem


Calcium & Alkalinity Supplementation:

No caso de qualquer dos níveis ideais de Ca, kH ou o Mg não serem garantidos pelo Reactor de Cálcio utilizo o método de Balling Light, São preparadas três soluções de água de osmose e Cloreto de Cálcio,, Bicarbonato de Sódio e Cloreto de Magnésio e dispensadas ao sistema através da bomba doseadora de três vias Tec III da Grothec, programada para o efeito.

Maintenance, Husbandry & Additives:[/size

Daily
Controlo visual dos equipamentos nomeadamente de bombas de circulação, bomba de reposição de água de evaporação, reactores de cálcio, temperatura, e dos seres vivos tais como peixes, corais e invertebrados, etc. Alimentação dos peixes alternanda com artémia enriquecida com alho, Aloe Vera ou omega 3, misys, Cyclopeeze, algas (Sea Veggies da Two Little Fishes), peletes da Hikari e da Grothec, etc.

Weekly
Limpeza de escumadores e dos vidros dos aquários, testes de cálcio e alcalinidade, spray do mangal com água de osmose, alimentação dos corais com 30 gotas de Coral Vitalizer da Korallen Zucht e 30 gotas Aminoácidos (AAHC) da Korallen Zucht. Alimento pouco os corais porque os sedimentos em suspensão na coluna de água, originados pelas fezes dos peixes, são um óptimo alimento e existe em quantidade suficiente para os corais.

Imagem

Every two weeks
Adiciono 6 ampolas Biodigest + 2 ampolas Bioptim PRO da Prodibio

Monthly
TPA’s com aspiração de sedimentos, recarga de reactores de cálcio e/ou biopelets do reactor respectiuvo e mudas de carvão.

[size=150]Inhabitants:


Peixes

Maternidade
20 Pseudoanthias squanipinnis, 5 Anthias evansi, 5 Cromis viridis, Zebrasoma flavescens, Ctenochaetus hawaiiensis, Neocirrhitus armatus, Paracanthurus hepatus, Corythoichthys intestinalis, Pteroapogon kauderni

Imagem

Berçário
Ctenochaetus striatus striatus, Zebrassoma scopas, Zebrasoma desjardini, Pseudocheilinus hexataenia, Corythoichthys intestinalis, Acreichtys tomentosus

Duas creches do nível superior
Acanthurus tenenti, Acanthurus pyroferus (half black), Acanthurus leucosternon, Acanthurus olivaceus, Acreichtys tomentosus, Zebrassoma flavescens, Ctenochaetus binotatus, Salarias fasciatus

Duas creches do nível intermédio
Ctenochaetus strigosus, Zebrasoma flavescens, Z. veliferum, Acanthurus pyroferus (lemon peal), Paracanthurus hepatus, Cirrhilabrus aurantidorsalis

Duas creches do nível inferior
Acanthurus lineatus, Acanthurus coeruleus, Acanthurus pyroferus (half black), Salarias fasciatus, Cirrhilabrus exquisitus, Oxycirrhites typus

Quarentena
Zebrassoma scopas, Zebrasoma flavescens, Acreichtys tomentosus

Sump
1 Cromis viridis.

Corais

Maternidade, Berçário, Creches níveis superior e intermédio
Acropora Formosa, A.cervicornis, A grandis, A. aspera, A. teres, A. desalwii, A. nobilis, A. indonesia, A. valenciennesi, A. austera, A. donei, A. divaricata, A. cardus, A. torrersiana, A. glauca, A. wallaceae, A. lovelli, A. florida, A. forskali, A. microphthalma, A.loripes, A. yongei, A. hórrida, A. rosaria, A. túmida, A. samoensis,A. plumosa, A. bifurcata, A. hyacinthus, A. bushyensis, A. humilis, A. retusa, A. prolifera, A. gemmifera, A. dendrum, A. striata, A. multiacuta, A. speciosa, A. polystoma, A. convexa, A. acuminata, A. prostrata, A. millepora, A. pulchra, A. loisetteae, A. kimbeensis, A. parahemprichii, A. robusta, A. exquisita, A. abrolhosensis, A. elegans, A. tenuis, A. vaughani, A. akajimensis, A. selago, A. hoeksemai, A. abrotanoides, A. schmitti, A. pectinatus, A. insignis, A. lokani, A. meridiana, A. ocelata, A. vermiculata, A. pharaonis, A. caroliniana, A. scherzeriana, A. nana, A. copiosa, A. brueggemanni, A. granulosa, A. monticulosa, A. palmerae, A. downingi, A. digitifera, A. jacquelineae, A. secale, A. nasuta, A. cerealis, A. valida, A. gomezi, A. pruinosa, A. globiceps, A. plana, A. echinata, A. subulata, A. elseyi, T. reniformis, Turbinaria mesenterina, Montipora foliosa, M. cactus, M. digitata, M. porites, M. australiensis, M. meandrina, M. samarensis, M. mactanensis, M. venosa, M. caliculata, M. hispida, M. spumosa, M. aequituberculata, M. confusa, M. undata, M. vietnamensis, M. delicatula, M. capricornis, Seriatopora histrix, S. caliendrum, Pocilopora damicornis, P. verrucosa, Psamacora contigua, Porites lutea, Pavona cactus, P. decussata, P. varians, Hydnophora grandis.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem


Invertebrados
Odontodactylus scyllarus (giant mantis), Stenopus hispidus, 3 Lysmata amboinensis, 3 L. debelius, Aliotis asiinina (abalone), Cyprea moneta, 150 Trochus histrio, 150 Cetithium spp.,Linkia laevigata, Percnon gibbesi, Mithraculus sculptus, Actinodiscus barbadensis, A. contabulatus, A. corolla, A. mutabilis, A. mascarenensis, A. italicus, A. javanicus, A. philippinarum

Problems that you have through the years
Como referi atrás, tive dois aquários na sala durante mais de 14 anos, dispostos em L, que juntamente com a sump totalizava 1000 litros. Os aquários não eram furados e o retorno era efectuado através de sifões. Para evitar o transbordo dos aquários montei um Water Level Alarm da Tunze (sistema electrónico para desligar as bombas de retorno em caso de aumento fortuito do nível da água nos aquários). Tive várias inundações na sala por desferrarem os sifões ou por as sondas do sistema Water Level Alarm não funcionarem (muitas vezes por causa dos caranguejos eremita que se penduravam nelas).

Final Thoughts
O número de aquariófilos de recife tem aumentado significativamente todos os anos em todo o mundo e, consequentemente, a pressão nos recifes de coral. A redução da massa de corais nos recifes, devido a factores naturais ou a factores antropgénicos, compromete a curto prazo a capacidade de reprodução dos corais na natureza pela via sexuada impedindo a renovação/recuperação dos recifes.
A sustentação do hobby a nível mundial passará inevitavelmente pela criação de muitas mais farms em todo o mundo. A Maternidade do Coral poderá ser um exemplo a seguir.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Interview:

Occupation?
Engenheiro civil

Family/Single/kids?
Casado com dois filhos

What/Who got you into the reef hobby?
Fascínio pelas actividades ligadas ao mar.

What are your expectations for this tank?
Com este projecto-piloto pretendo adquirir a experiência e conhecimentos necessários para um dia poder montar uma farm de corais de grandes dimensões.

What are your favorite fish and coral?
Peixe favorito: Neocirrhitus armatus
Coral favorito: Seriatopora histrix

What is your dream setup tank?
Farm de SPS com o dobro de frags que tenho actualmente na Maternidade do Coral.

Which is your all time favorite aquarium(s)?
O Show tank de Thomas Pholl em Coburg, Alemanha, que tive a oportunidade de conhecer na companhia do meu grande amigo Carlos Marques, há cerca de 4 anos. Revisitámos o mesmo aquário há cerca de 2 anos e verificámos, com surpresa, que o mesmo acabou por perder grande parte do seu encanto, por falta de cuidado.


Imagem

Imagem

Texto: Machado de Sousa
Fotos: André Silvestre
Os meus aquários:
2012 a 2013 ->Pyramid Reef 800L
2014 a 2015 -> H2O+Something - 200L
2015 actual -> H2O+Something II - 500L

Mensagem 29/mai/2012, 22:47

Grupo: Utilizadores Mensagens: 22
Idade: 45
Localização: Trofa
Boas

Sem dúvida, mega projeto e um grande sucesso.
Cumprimentos
Miguel Reis

Mensagem 10/jun/2012, 14:32

Grupo: Utilizadores Mensagens: 52
Idade: 31
Localização: Castanheira do Ribatejo
Boas

Na minha opinião é um dos melhores (se não o melhor) e mais intressante projeto de cultura de corais portugues, e sem duvidaalguma um motivo de orgulho para a aquariofilia marinha nacional. :D
Não pondo de parte outros projetos que teem como destino a propagação de corais, que todos teem o seu valor e mérito e são igualmente intressantes (eu pessoalmente só conheço a Maternidade e o Fragário). :D
Na minha opinião é hipnotizante olhar para tudo aquilo, para as cores, a vida e a saúde que trasborda aquele sistema, e claro a paixão que o Srº Machado tem por tudo aquilo.

Obrigada :D


Voltar para Propagação de Corais & Aquacultura



cron